sexta-feira, 27 de abril de 2018

As Aventuras de Joao e Estevao - Todos os Numeros

 
As aventuras de João e Estevão é uma série de banda desenhada publicada pela primeira vez em janeiro de 1987 pela Editions Rijperman e composta por 9 álbuns. Em português apenas foram editados pela Meribérica em 1988 os primeiros dois titulos.


O autor desta série é Bob (Robert) De Moor (Desenho e argumento).

O estilo “linhas direitas” desta série (e de outras) deve-se à influência adquirida ao, em 1950, entrar nos estúdios Hergé, onde Bob De Moor rapidamente se torna o primeiro assistente do criador de Tintin.

Mas a vasta produção artistica de Bob De Moor começa muito antes. Depois de estudar na Academia de Belas Artes de Antuérpia, inicia a sua carreira no cinema de animação. Em 1945, faz a sua estreia na BD com Bart, de Scheepsjongen, no periódico Kleine Zondagsvriend. Continua a colaboração com esta revista com as aventuras do Inspecteur Marks, Hannes Boegspriet, Hobbel en Sobbel e Dat Wondere Pimpeltje, entre muitas outras.

Os seus trabalhos também são publicados em revistas como Week-End (Professeur Quick) e t' Kapoentje (De Lustige Kapoentjes). Em 1947, publica o seu primeiro álbum em francês, Le Mystère du Vieux Château Fort, com argumento de John van Looveren. Nos anos seguintes, produz várias histórias na imprensa flamenga, como Monneke en Johnekke, Janneke en Stanneke, Bloske en Zwik, De Koene Edelman e Het Leven van JB de La Salle.
Em 1949, entra na revista Kuifje, o equivalente flamengo da revista Tintin. Aqui, publica histórias históricas como De Leeuw van Vlaanderen e De Kerels van Vlaanderen.
Em 1949, começa a ser publicado na versão francesa de Tintin, lançando tiras cómicas das séries "Bouboule et Noireaude Senhor Tric. Nos anos seguintes, ilustra Conrad le Hardi e inicia a sua série Barelli. Cria igualmente, em 1952, Cori, o Grumete, no qual mostra a sua paixão por barcos e aventuras marítimas.

No Tintin, desenha a BD humorística Piratas de Água Doce (1959), bem como as tiras Balthazar (1965). Em 1970, lustra um episódio da série de Jacques Martin, Lefranc e, em 1989, termina, após a morte de Jacobs, Mortimer contra Mortimer, a segunda parte de As Três Fórmulas do Professor Sato da série Blake e Mortimer.

Em 1989, torna-se director artístico da editora Le Lombard, e preside o conselho de administração do Centro Belga da Banda Desenhada em Bruxelas, até à sua morte em agosto de 1992.

Do mesmo autor:
Séries
Balthazar, Barelli, Blake e Mortimer, Cori o grumete, João e Estêvão, Lefranc, Senhor Tric (O)

One-shots:
Piratas de água doce (Pirates d'eau douce), 1959, De Moor, Cavaleiro Andante #479 a #494
O submarino perdido (Le sous-marin perdu), 1959, De Moor, Cavaleiro Andante #435




1 - A Grande Confusão
2 - O Tesouro do Bandido



1 - La grande pagaille, 1987
2 - Le trésor du brigand, 1987
3 - L'espion jaune, 1987
4 - Les cigarillos de la Reine Thia, 1988
5 - Le caballero rouge, 1989
6 - Les boucs émissaires, 1989
7 - Le Dragon Noir, 1993
8 - Le Secret de Volcanie, 1993
9 - Le Renard qui louche, 1994

0 Comentários :

Enviar um comentário

Olá amigo! Se gostaste deste POST, partilha e/ou deixa um pequeno comentário...não custa nada :) Também podes ajudar o Tralhas com os teus scans! Vê como nos podes ajudar >Aqui<.
Obrigado por nos visitares
Gizmo